quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

72º mutirão do PNT: Relatórios de Manutenção

Fotos de Arquivo: 1 - Pedra do Conde; 2 - Museu do açude; 3 - Cachoeira das Almas.

          No mutirão do dia 30 de janeiro, seis grupos de voluntários fizeram o levantamento das intervenções necessárias em trilhas que conduzem à Pedra do Conde, Morro da Taquara, Museu do Açude, Cachoeira das Almas, Circuito de Grutas e Açude da Solidão.

Fábio, Eduardo e Stella (S.O.S Trilhas) estavam entre os voluntários que fizeram a trilha até o Açude da Solidão.

          Após concluírem seus percursos, os grupos se juntaram ao monitor ambiental Graziani Miranda, no Centro de Visitantes, onde puderam falar sobre sobre o que viram, tiraram dúvidas, deram sugestões e aprenderam um pouco mais sobre o trabalho de manutenção de trilhas realizado no Parque Nacional da Tijuca.

Durante a reunião, os voluntários ficaram sabendo que as marcações cor-de-rosa, encontradas ao longo de algumas trilhas, fazem parte do programa de reintrodução de cotias implantado recentemente no Parque.
           Nos relatórios, constaram a necessidade de poda da vegetação em alguns trechos, desobstrução de drenos e confecção de degraus. Mas, de um modo geral, as trilhas do PNT apresentam bom estado de conservação e despertaram elogios dos iniciantes. Alguns, inclusive, comentaram que ainda não haviam visitado o Parque por receio de se perderem. Após o mutirão, no entanto, se sentiam estimulados a voltar, pois adoraram a oportunidade de aprendizado oferecida durante a atividade e perceberam que não há motivo para receios quando a caminhada é feita de forma consciente, observando e respeitando a sinalização, e na companhia de pessoas que conheçam o lugar.

Durante a caminhada os voluntários puderam observar diversas espécies da flora da Mata Atlântica:
1 -  Bromélia prateada e sua inflorescência (Aechmea fasciata);
2 - Samambaiaçu (Dicksonia sellowiana) . Fonte (1 e 2): Plantas ornamentais no Brasil: arbustivas, herbáceas e trepadeiras / Harri Lorenzi, Hermes Moreira de Souza. 2a ed. rev. e ampl. Nova Odessa, S.P.: Instituto Plantarum, 1999;
 3 - Pau-ferro (Caesalpinia ferrea) . Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Pau-ferro ;
4 - Embaúbas (Cecropia sp. - A designação sp. é usada quando não se pode ou não interessa identificar a espécie a que pertence o indivíduo de um determinado gênero. No caso em questão, o gênero Cecropia, ao qual pertencem as embaúbas). Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Emba%C3%BAba_(%C3%A1rvore) .

E também da fauna: 1 - Fêmea de aranha de teia (Nephila clavipes). Fonte: http://seresvivosdorn.blogspot.com/2010/07/aranha-de-teianephila-clavipes.html target="_blank" e http://en.wikipedia.org/wiki/Nephila_clavipes target="_blank"  ;
2 - Borboleta malaquita (Siproeta stelenes). Fonte: http://www.flickr.com/photos/manumejia/4275069832/in/set-72157622639525708/ target="_blank"  e http://en.wikipedia.org/wiki/Siproeta_stelenes ;
3 - Exoesqueleto de uma cigarra ("existem mais de 1.500 espécies conhecidas deste insetos'). Ao passar da fase jovem para a adulta, as cigarras sofrem uma metamorfose chamada ecdise. Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Cigarra
         
          As colocações da voluntária, quanto aos cuidados necessários ao fazer caminhadas, foram muito apropriadas. Infelizmente, vez ou outra, ouvimos notícias de pessoas que se perdem no PNT* e um dos fatores que contribui para que isto ocorra é a retirada de placas indicativas das trilhas por parte de visitantes que desrespeitam a segurança dos demais e o trabalho dos funcionários do Parque. Este, aliás, foi um dos temas da reunião de encerramento do mutirão.
          Outro destaque ficou para a limpeza das trilhas. A quantidade de lixo encontrado foi ínfima, especialmente se considerarmos a abrangência da área percorrida. Este resultado se deve à consciência da maioria dos frequentadores, que acondiciona seus detritos nos locais apropriados, e aos voluntários, funcionários e direção da Unidade que, em parceria, proporcionam a estrutura necessária para a manutenção e aprimoramento destas condições. Sem dúvida, todos estão de parabéns!


* Em outra ocasião voltaremos a falar neste assunto e em medidas de segurança que devem ser tomadas para caminhadas em trilhas.




Nenhum comentário:

Postar um comentário