quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Nova Data para 73º Mutirão do PNT

          Domingo, dia 27, um tradicional bloco de carnaval desfilará no bairro do Jardim Botânico. Este evento exige o fechamento e mudança no trânsito de diversas ruas, além de atrair grande concentração de pessoas para as redondezas.         
          Pensando nas dificuldades que isto acarretaria para a chegada dos voluntários ao ponto de encontro e para a realização das atividades de manutenção, o coordenador do Programa de Voluntariado do Parque, resolveu mudar a data do mutirão, adiantando-o para sábado, dia 26. O horário e ponto de encontro continuam sendo os mesmos: 9:00, no Portão dos Macacos (Guarita do acesso à Vista Chinesa), na estrada Dona Castorina (que é chamada por alguns de Estrada da Vista Chinesa em virtude de ser continuação desta).
          Segue e-mail que acabamos de receber de Lucio Palma com a comunicação da alteração da data do mutirão:

"Amigos voluntários.

          Visando a facilidade de acesso dos voluntários ao 73º Mutirão PNT, que ocorreria neste domingo, 27/02, anteciparemos para este sábado, dia 26/02. Isso se deve ao desfile do bloco carnavalesco `Suvaco do Cristo` que se concentra apartir das 7 horas deste domingo, na rua jardim Botânico, acarretando dificuldades de locomoção e até interrupção no acesso à veículos.
          Portanto, pedimos desculpas, afinal já divulgamos o evento e creio que desagradaremos muitos, mas tive de tomar a decisão sem consultar a opinião da maioria, pois não havia tempo hábil para tal.

          ENTÃO, ESPERAMOS OS VOLUNTÁRIOS A PARTIR DAS 9 HORAS NA GUARITA DA ENTRADA DO PARQUE PELA ESTRADA DA VISTA CHINESA, no final da rua Pacheco Leão.

Abraços
Lucio M. Palma e equipe de Monitores Ambientais do PNT"

                  

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

73º mutirão do PNT – Cachoeiras do Horto


          Neste domingo, 27 de fevereiro, o Horto receberá visitantes que desejam mais do que um banho de cachoeira: o dia é de mutirão do Programa de Voluntariado do Parque Nacional da Tijuca e os participantes se dedicarão a diversas atividades de conservação.
          Os interessados em se unir ao grupo precisam apenas de disposição e comparecer ao ponto de encontro, na estrada Dona Castorina (ver mapa na guia direita deste blog), no Bairro do Horto, às 9 horas.
          Em virtude do período de calor intenso, e baixa umidade do ar, pelo qual o Rio de Janeiro vem passando, vale a pena lembrar da importância de se trajar roupas confortáveis e leves e de levar bastante água para consumo (ao menos dois litros).
          Aqueles que tiverem alguma dúvida sobre o evento podem entrar em contato pelo e-mail sos.trilhas@gmail.com, ou pela comunidade Trilhas Quase Secretas, através da qual  é possível, também, aumentar a interatividade conosco.
            Boa semana a todos e até domingo!

Cachoeira do Quebra.
          Segue convite de Lucio Palma, Coordenador do Programa de Voluntariado:

 "Amigos voluntários: 

          Vamos colocar o nosso bloco do voluntariado na rua no próximo domingo. Aproveitando o clima de carnaval, dia 27 de fevereiro, às 9 horas, na guarita do acesso à Vista Chinesa, na estrada Dona Castorina (fica 500 metros após o ponto final do ônibus 409), com muita alegria e animação, estaremos ajudando a natureza: com o manejo de flora, na contenção do avanço das jaqueiras em detrimento do crescimento das mudas nativas da Mata Atlântica; limpeza do local, especialmente do curso d`água; manutenção da trilha que dá acesso às cachoeiras do Quebra e Primatas; além da complementação da sinalização do local, melhorando o acesso às mesmas.
          Lembrem-se de trajar roupas confortáveis e que possam ser sujas, boné/chapéu e calçados fechados de sola não lisa. Aqueles que queiram aproveitar um banho de cachoeira, levem roupa de banho e lembrem-se de que não é recomendado o uso de protetor solar e/ou repelente, pois isto afeta muito a qualidade da água para a fauna. Levem bastante água, pois a previsão é de muito calor.
Portanto, é isso!
Até lá!
Lucio M. Palma
Coordenador da Monitoria Ambiental e Voluntariado do PNT"

             

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

72º mutirão do PNT: Relatórios de Manutenção

Fotos de Arquivo: 1 - Pedra do Conde; 2 - Museu do açude; 3 - Cachoeira das Almas.

          No mutirão do dia 30 de janeiro, seis grupos de voluntários fizeram o levantamento das intervenções necessárias em trilhas que conduzem à Pedra do Conde, Morro da Taquara, Museu do Açude, Cachoeira das Almas, Circuito de Grutas e Açude da Solidão.

Fábio, Eduardo e Stella (S.O.S Trilhas) estavam entre os voluntários que fizeram a trilha até o Açude da Solidão.

          Após concluírem seus percursos, os grupos se juntaram ao monitor ambiental Graziani Miranda, no Centro de Visitantes, onde puderam falar sobre sobre o que viram, tiraram dúvidas, deram sugestões e aprenderam um pouco mais sobre o trabalho de manutenção de trilhas realizado no Parque Nacional da Tijuca.

Durante a reunião, os voluntários ficaram sabendo que as marcações cor-de-rosa, encontradas ao longo de algumas trilhas, fazem parte do programa de reintrodução de cotias implantado recentemente no Parque.
           Nos relatórios, constaram a necessidade de poda da vegetação em alguns trechos, desobstrução de drenos e confecção de degraus. Mas, de um modo geral, as trilhas do PNT apresentam bom estado de conservação e despertaram elogios dos iniciantes. Alguns, inclusive, comentaram que ainda não haviam visitado o Parque por receio de se perderem. Após o mutirão, no entanto, se sentiam estimulados a voltar, pois adoraram a oportunidade de aprendizado oferecida durante a atividade e perceberam que não há motivo para receios quando a caminhada é feita de forma consciente, observando e respeitando a sinalização, e na companhia de pessoas que conheçam o lugar.

Durante a caminhada os voluntários puderam observar diversas espécies da flora da Mata Atlântica:
1 -  Bromélia prateada e sua inflorescência (Aechmea fasciata);
2 - Samambaiaçu (Dicksonia sellowiana) . Fonte (1 e 2): Plantas ornamentais no Brasil: arbustivas, herbáceas e trepadeiras / Harri Lorenzi, Hermes Moreira de Souza. 2a ed. rev. e ampl. Nova Odessa, S.P.: Instituto Plantarum, 1999;
 3 - Pau-ferro (Caesalpinia ferrea) . Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Pau-ferro ;
4 - Embaúbas (Cecropia sp. - A designação sp. é usada quando não se pode ou não interessa identificar a espécie a que pertence o indivíduo de um determinado gênero. No caso em questão, o gênero Cecropia, ao qual pertencem as embaúbas). Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Emba%C3%BAba_(%C3%A1rvore) .

E também da fauna: 1 - Fêmea de aranha de teia (Nephila clavipes). Fonte: http://seresvivosdorn.blogspot.com/2010/07/aranha-de-teianephila-clavipes.html target="_blank" e http://en.wikipedia.org/wiki/Nephila_clavipes target="_blank"  ;
2 - Borboleta malaquita (Siproeta stelenes). Fonte: http://www.flickr.com/photos/manumejia/4275069832/in/set-72157622639525708/ target="_blank"  e http://en.wikipedia.org/wiki/Siproeta_stelenes ;
3 - Exoesqueleto de uma cigarra ("existem mais de 1.500 espécies conhecidas deste insetos'). Ao passar da fase jovem para a adulta, as cigarras sofrem uma metamorfose chamada ecdise. Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Cigarra
         
          As colocações da voluntária, quanto aos cuidados necessários ao fazer caminhadas, foram muito apropriadas. Infelizmente, vez ou outra, ouvimos notícias de pessoas que se perdem no PNT* e um dos fatores que contribui para que isto ocorra é a retirada de placas indicativas das trilhas por parte de visitantes que desrespeitam a segurança dos demais e o trabalho dos funcionários do Parque. Este, aliás, foi um dos temas da reunião de encerramento do mutirão.
          Outro destaque ficou para a limpeza das trilhas. A quantidade de lixo encontrado foi ínfima, especialmente se considerarmos a abrangência da área percorrida. Este resultado se deve à consciência da maioria dos frequentadores, que acondiciona seus detritos nos locais apropriados, e aos voluntários, funcionários e direção da Unidade que, em parceria, proporcionam a estrutura necessária para a manutenção e aprimoramento destas condições. Sem dúvida, todos estão de parabéns!


* Em outra ocasião voltaremos a falar neste assunto e em medidas de segurança que devem ser tomadas para caminhadas em trilhas.