terça-feira, 29 de março de 2011

Voluntários no Meu Recanto

          Graças ao Programa de Voluntariado do Parque Nacional da Tijuca, desde o último sábado, dia 26, o Rio Archer pode ser novamente contemplado por aqueles que procuram o Meu Recanto para relaxar ou desfrutar da companhia de amigos e familiares. 
A poda da vegetação às margens do Archer foi trabalhosa e estendeu-se ao longo de todo o mutirão.
Clique na foto para visualiza-la ampliada.
O mesmo trecho do rio em três momentos distintos. 
             Munidos de ferramentas e roupas especiais, voluntários podaram a vegetação às margens do rio, revelando suas águas claras e calmas.
 
Voluntários realizando a limpeza da área de estar, após a poda da vegetação nos canteiros.
Neste mutirão, foram utilizados bambus para o fechamento de atalhos.
Clique na foto para visualiza-la ampliada.
Voluntários trabalhando no reflorestamento de área anexa ao Meu Recanto.
           Os trabalhos de manutenção, da área de estar, incluíram a poda da vegetação dos canteiros, o fechamento de atalhos e o plantio de mudas de espécies nativas nas proximidades.
Clique na foto para visualiza-la ampliada.
No Meu Recanto, os visitantes encontram mobiliário para relaxar, fazer piqueniques ou churrascos...
... E podem ter a grata oportunidade de avistar alguns dos habitantes da floresta, como quatis (Nasua nasua - foto 1) e cutias (Dasyprocta aguti - foto2).
Clique na foto para visualiza-la ampliada.
 Embora os animais frequentemente se aproximem, atraídos pelo cheiro das refeições preparadas pelos visitantes, é importante sempre respeitar a regra que proíbe alimentá-los.
A floresta possui alimentação adequada, em quantidade suficiente, para suprir as necessidades destes seres, e nossos alimentos podem causar sérios prejuízos à sua saúde, pois seu sistema digestivo é muito diferente do humano. Além disto, cada vez que alguém alimenta um animal selvagem, mesmo que seja com frutas, contribui para que ele aceite cada vez mais a aproximação do homem, tornando-o vulnerável à pessoas má intencionadas.
Os mesmos motivos tornam ainda maior a necessidade de limpar a área, após o seu uso, tomando-se sempre o cuidado de jogar embalagens e restos de comida nos latões de lixo.
Proteja os animais que vivem em nossas florestas! Não os alimente!


Clique aqui para visualizar slide com outras fotos do mutirão

quarta-feira, 23 de março de 2011

Planeta Terra e Homem Água


          Em 22 de março se comemora o Dia Mundial da Água. Mas, os tempos não são para comemoração.
          Os cientistas nos alertam que o aquecimento global é o responsável pelas alarmantes previsões da redução da água potável do planeta nos próximos 40 anos. Os relatórios da ONU apontam que em 2050, um a cada três habitantes não terá acesso à água.
          Crescemos com a informação de que 70% da área da Terra é coberta por água e que 70% do corpo humano é água. E isso nos deu conforto emocional até hoje. Contudo, uma informação importante que não é martelada em nossas cabeças nos tempos de escola, é que a água doce no planeta representa menos de 3% e somente 0,007% da água disponível é própria para o consumo humano.
          O momento pede que façamos todos uma reflexão profunda sobre o nosso comportamento, e a forma com que temos lidado com um dos recursos naturais mais importantes para a sobrevivência do homem água, no planeta Terra!
          Saudações verdes!

Texto de Vânia Stolze.



          Esta matéria dá início à participação de Vânia Stolze como colaboradora do Blog  S.O.S.Trilhas.

          Vânia Stolze é ambientalista, voluntária do Parque Nacional da Tijuca e Coordenadora do Grupo de Voluntários Greenpeace Rio de Janeiro.

 
         

terça-feira, 22 de março de 2011

Mutirão no Meu Recanto

           O 74º mutirão do Parque Nacional da Tijuca não acontecerá em uma trilha, como de costume, mas em uma das áreas de estar da unidade.

Planta do Meu Recanto - Fonte: Instituto Terra Brasil / PNT
          Situado no setor A do PNT, o Meu Recanto, encontra-se na região do Alto do Mesquita descrito por Bandeira (1993, p. 147) como “local do antigo terreiro de secagem de café do Barão de Mesquita, local onde fica o lago e canais com um pequeno açude, bela vegetação ornamental, palmáceas, pacovas, helicônias, azáleas, mesas e bancos de concreto, churrasqueiras, uma ponte e estacionamento para veículos. Próximo fica o maior pé de eucalipto do Parque.”


          Na guia da direita, deste blog, encontra-se um mapa para localização do Meu Recanto. A fim de facilitar a orientação, também foram marcados no mapa: o centro de visitantes , o portão de entrada da Floresta da Tijuca (como é conhecido o setor A do PNT) e a Praça Afonso Viseu.
          Aqueles que desejarem, poderão encontrar conosco na Praça Afonso Viseu, de onde partiremos às 8:30 para o Meu Recanto.         

          Abaixo segue convocação do Coordenador do Voluntariado:

“Amigos Voluntários.
          Preparem-se para o nosso próximo mutirão que acontecerá no Meu Recanto, no setor Floresta.    
          O ponto de encontro é no Meu Recanto (em frente à entrada do Centro de Visitantes).
          Dia 26/03/2011 às 9 horas.
          O objetivo deste mutirão será a revitalização desta aprazível área, muito procurada por famílias e grupos para confraternizações e churrascos. 
          Teremos a poda da vegetação ao redor das praças e lagos, fechamento de atalhos, replantio de mudas, recolhimento de lixo e tentaremos também limpar os lagos, digo tentaremos, pois será um grande desafio, que talvez demande mais tempo do que teremos neste dia. De qualquer maneira, o Programa de Voluntariado do PNT fará a diferença. 
          Portanto, aguardaremos todos com muita alegria e disposição.
          Lembrem-se de trajar roupas que possam se sujar, calçados fechados, bonés/chapéu, protetor solar e repelente, para os mais sensíveis. 
          Àqueles que ainda possuírem luvas, favor levá-las.
          Até lá.
Lucio M. Palma e equipe da Monitoria Ambiental do PNT”

sexta-feira, 4 de março de 2011

Info Voluntário - PNT

          Abaixo segue exemplar do INFO VOLUNTÁRIO, informativo do Programa de Voluntariado do Parque Nacional da Tijuca em que são divulgados mutirões que se destacam em virtude de acontecimentos especiais, como foi o caso do 73º, que envolveu dois dias de atividades ao invés de um, como de costume:




Seja um voluntário do Parque Nacional da Tijuca. Acesse: voluntariosnosparques-subscribe@yahoogrupos.com.br

Seja membro da comunidade Sou Voluntário do PNT

Seja membro da comunidade do Parque Nacional da Tijuca

terça-feira, 1 de março de 2011

Final de Semana de Mutirão

Os voluntários de sábado, dia 26.
          Originária da Índia, a jaqueira (Artocarpus heterophyllus) foi introduzida no Brasil no século XVIII e se adaptou muito bem ao nosso clima. Com sementes de grande poder germinativo que quase não possuem predadores por aqui, a planta proliferou de tal forma em algumas localidades que, entre outras coisas,  chega a prejudicar o desenvolvimento das espécies nativas.
          Unidade de Conservação da Mata Atlântica, o Parque Nacional da Tijuca  vem sofrendo com este processo e, a fim de solucioná-lo, ou ao menos, minorá-lo, há alguns anos vem realizando um trabalho de manejo de flora, com a retirada gradual de jaqueiras e o plantio de mudas nativas (paineiras, quaresmeiras, palmeiras-juçara...).

Voluntários atentos às explicações antes do início do mutirão.
Uma muda de jaqueira ainda com a semente presa às suas raízes.
           Durante a roda de apresentação do mutirão deste sábado, dia 26 de fevereiro, Lucio Palma falou sobre a importância deste trabalho e ensinou, os cerca de 30 voluntários presentes, a identificar as mudas da planta. Ao final da explicação todos partiram para a trilha da Cachoeira da Gruta, ao longo da qual retiraram aproximadamente 6.300 mudas e encheram diversos sacos com lixo.

Os voluntários investigavam cuidadosamente cada muda que se assemelhava à uma jaqueira.
Clique na foto para ampliá-la.
Na trilha para a Cachoeira do Chuveiro foi preciso limpar uma placa em que vândalos haviam colado um adesivo, impedindo sua visualização.
Clique na foto para ampliá-la.
          Ao final das atividades os voluntários puderam se refrescar nas águas da cachoeira, ou simplesmente sentar para descansar, conversar e lanchar. Dali, alguns seguiram por trilhas para mais três cachoeiras: a do Quebra, a do Chuveiro e a do Jequitibá e, em seus arredores, visitaram o próprio jequitibá (Cariniana sp.), onde foi filmada a novela Renascer. O dia foi concluído com uma visita à Vista Chinesa e à Mesa do Imperador...

Voluntários e o coordenador, Lucio Palma, na Cachoeira do Chuveiro.
Imponente, o jequitibá impressiona e se destaca das árvores ao seu redor.
Em seu tronco há uma fenda que permite a entrada em seu interior, onde cabem, folgadamente, quatro adultos de pé.

          ... Mas o mutirão, desta vez, foi dobrado e prosseguiu no dia seguinte, domingo.

Os voluntários de domingo, dia 27.
Fases da construção dos degraus da trilha da Cachoeira do Chuveiro: 1 - antes; 2 - durante; 3 - depois.
Clique na foto para ampliá-la.
 
             Os voluntários fizeram degraus na trilha da Cachoeira do Chuveiro, logo após o novo acesso, aberto no ano passado pela equipe de manutenção de trilhas, pois o antigo era muito íngreme e estava bastante degradado pela erosão.

As pedras, que se encontravam na área onde foi realizado o trabalho de manutenção da trilha, foram utilizadas como degraus ou no nivelamento do terreno.
          Para permitir a regeneração da vegetação, o acesso e atalhos do trecho antigo foram fechados e sinalizados.

Fechamento de atalhos e do antigo acesso.
Clique na foto para ampliá-la.
          Como não poderia deixar de ser, concluído o serviço, os voluntários foram conduzidos à Cachoeira do Chuveiro e ao jequitibá rei (Cariniana sp.).


       
       Sem dúvida, ter a oportunidade de banhar-se em cachoeiras de água límpida, em plena cidade grande, é um presente, e poder ajudar a preservar este bem é motivo de grande orgulho!