terça-feira, 12 de junho de 2012

Entrevista: Carla Scott fala sobre o blog Amigos do Parque

Amigos voluntários,

A partir deste ano incluiremos, entre as postagens do blog, entrevistas feitas com pessoas que desenvolvem/desenvolveram trabalhos em pról da preservação do ambiente e da sustentabilidade. A idéia, além de ajudar na divulgação de tais trabalhos, é mostrar o caminho percorrido por estas pessoas (dificuldades e vitórias) e, desta maneira, incentivar iniciativas na área.

Para estrear esta nova série de postagens, entrevistamos Carla Scott, turismóloga, criadora do blog Amigos do Parque Pedra Branca e nossa parceira na divulgação e organização de mutirões ecológicos.

Curtam a entrevista:
----
 
SOS Trilhas: Carla, nos fale um pouco sobre você.

Carla Scott: Sou Bacharel em Turismo, formada em 2002 pelas Faculdades Integradas Hélio Alonso. Tenho 12 anos de experiência na área de Turismo. Ao longo destes anos trabalhei em empresas de médio e grande porte relacionadas a este segmento como companhias aéreas, agências de turismo e hotéis.

Sempre me interessei por escrever, mas no dia a dia do meu trabalho não conseguia demonstrar o meu conhecimento sobre assuntos que me interessavam, inclusive porque não tinham muita relação com trabalhos administrativos e comerciais. Então porque não unir a minha formação em Turismo com o Jornalismo? Me matriculei, assim, em minha segunda graduação - Jornalismo, com a idéia de me aprofundar mais no assunto e me profissionalizar. Atualmente me encontro no 5º período.

SOS Trilhas: Como você conheceu o PEPB (Parque Estadual da Pedra Branca)?

Carla Scott: Sempre fui vizinha ao Parque. Morava com os meus pais quase no final da Estrada do Rio Grande, na altura do número 4181. Desde a minha infância, sempre fui fascinada por aquela paisagem que via através da minha janela. Pensava: "um dia, quando eu crescer, vou explorar e conhecer esta linda floresta." Ainda na adolescência reuníamos grupos de colegas e subíamos a encosta que existe nos fundos do Conjunto Habitacional Rio Grande. De lá apreciávamos a paisagem. Era muito legal!

Quando ingressei na faculdade de Turismo em 1999, decidi colecionar recortes e matérias sobre a região e sobre o Parque. Eu já tinha planos de desenvolver um site, mas na época eram poucas as pessoas que tinham internet. Mas o projeto sempre permaneceu na minha cabeça. Até conseguir criar o site em 2003.

SOS Trilhas: Como surgiu a idéia de fazer o blog Amigos do Parque Pedra Branca?

Carla Scott: A idéia surgiu a partir do término da minha faculdade. O tema da minha monografia foi sobre “O potencial turístico da Barra da Tijuca e Guaratiba e seu aproveitamento para o turismo receptivo na cidade do Rio de Janeiro” – projeto que disponibilizei em formato digital no site http://www.felipecosta.org/carla/.
A partir deste projeto, as idéias foram surgindo. Fiz muitas amizades com moradores e pescadores de Guaratiba. Desenvolvemos o site GuaratibaRio em 2002 junto com alguns amigos daquela região que me ajudaram muito durante a pesquisa. Hoje, infelizmente, o site não está mais disponível. No ano seguinte, em 2003, decidi criar o site Amigos do Parque Pedra Branca. Devido ao projeto final da faculdade, fiz muitas visitas de campo aos núcleos do Parque, o que foi me aproximando cada vez mais deles. Na época, o Marcelo Soares era o administrador e acabou me ajudando muito, emprestando matérias e documentos que ele havia guardado. Juntei este material com o que eu também havia colecionado e comecei a montar o quebra-cabeças.

Guaratiba
Carla (ao centro, de calça azul) com moradores e pescadores de Guaratiba, na Praia da Restinga da Marambaia, em 2003.

Na formatação do primeiro site, criado em 2003, contei com a ajuda do meu marido, que é do segmento de informática e que, mesmo não trabalhando com desenvolvimento de sites, conseguiu disponibilizar toda a documentação em HTML. Na época os blogs não eram muito utilizados e nem muito conhecidos. Portanto, 7 anos após a criação, resolvi mudar a “cara” do site e através do blog ele ficou muito mais dinâmico e com mais agilidade para atualizações.

SOS Trilhas: No blog você diz que este foi um trabalho de “pesquisa muito difícil, pois foram poucas as informações obtidas em livros. Grande parte do material utilizado é oriundo de recortes de jornais, revistas e documentos que foram colecionados ao longo do tempo”. Fale um pouco sobre este trabalho e quem a ajudou.

Carla Scott: Como citado acima, o Marcelo Soares, que era o administrador do PEPB na época, me ajudou muito. Levei parte do material para casa e percebi que havia muita coisa escrita à mão e que eram documentos que não seguiam uma ordem, uma lógica. Levei algum tempo para me organizar. Depois comecei a juntar com os recortes de jornais que eu havia colecionado e fui encaixando as idéias.
Não havia nenhum livro ou material pronto que falasse da região. Então tive que me esforçar. Mas foi muito gratificante.

SOS Trilhas: Que razões levam o internauta a entrar em contato com você por meio de seu blog?

Carla Scott: Criar este site foi gratificante porque ele se tornou fonte de pesquisas para estudantes tanto do ensino fundamental quanto do ensino médio, biólogos, estudantes universitários, jornalistas, amantes da natureza, empresas, trilheiros... Hoje é o site mais visitado segundo pesquisa no Google. Se você colocar na busca qualquer assunto relacionado a Parque Estadual da Pedra Branca, ele é o primeiro que aparece.

Recebo vários pedidos de ajuda dos internautas. Alguns contatos via telefone, outros via e-mail. São dúvidas sobre como chegar à sede do Parque; se precisa agendar para conhecê-lo; denúncias de invasão de áreas localizadas no entorno do Parque; construções irregulares; reclamações de lixo em locais impróprios (nas praias principalmente); de caça a animais; jornalistas tanto da TV, quanto de jornal impresso querendo realizar matérias sobre o Parque; estudantes universitários (principalmente biólogos) querendo que eu ajude nas pesquisas; empresas querendo ajudar. Enfim, são diversos os assuntos que surgem.

SOS Trilhas: Que resultados o Parque já obteve através do blog?

Carla Scott: Primeiramente acho que o mais importante é a divulgação e a visibilidade. Quando recebo os e-mails, analiso a pergunta e vejo se eu consigo respondê-la. Porém, algumas vezes, encaminho para o e-mail geral do Parque e peço auxilio. Geralmente o biólogo Leonardo Furtado, que trabalha no Parque, é quem me ajuda. E esta parceria tem dado muito certo.

A Supervia, por exemplo, realiza um projeto, no Parque, de Multiplicadores em Educação Ambiental. O primeiro contato deles foi através do meu telefone. Em seguida, coloquei-os em contato com o Parque e hoje eles firmaram uma parceria que, com certeza, trouxe benefícios para a unidade.

SOS Trilhas: De que maneira as pessoas podem ajudar o PEPB através dos Amigos do Parque Pedra Branca?

Carla Scott: Atualmente o Parque vem passando por melhorias nas sedes e sub-sedes, porém, o mais preocupante e urgente é o estado de conservação das trilhas. O efetivo do Parque é muito baixo e os próprios funcionários não conseguem dar conta de 12.500 hectares. Os poucos funcionários se dividem entre trabalho administrativo e trabalho em campo. Logo, qualquer parceria é importante. Acho que se cada um puder ajudar todos nós ganharemos.

Acho que temos que dar as mãos e nos unirmos. Agradeço a ajuda que o SOS Trilhas/Trilhas Quase Secretas, os Destemidos, RJ Adventura e a Patrulha Ambiental - Meio Ambiente, têm oferecido.

Mutirão Ecológico
Foto tirada no primeiro mutirão do PEPB organizado pelo Amigos do Parque Pedra Branca (em parceria com a direção da unidade), em 29 de abril de 2012. Carla (ao centro, de casaco cinza), ao lado de funcionários do Parque (Leonardo Furtado, segundo à esquerda, de camisa caqui) e  voluntários de diversos grupos.

Nossa  idéia para este ano é programar um calendário de caminhadas sempre com o apoio e parceria da administração do Parque.

Sabemos dos problemas, mas na atual situação não adianta cobrar só da administração do Parque e dizer que eles não fazem nada. Acho que tem tudo para dar certo com a ajuda de todos. Sonho em um dia tornar o Parque mais acessível e com um número cada vez maior de voluntários ajudando a conservar as diversas trilhas.


PEPB
Foto tirada no segundo mutirão do PEPB organizado pelo Amigos do Parque Pedra Branca (em parceria com a direção da unidade e a SOS Trilhas/Trilhas Quase Secretas), em 3 de junho de 2012. Carla (à direita, de camiseta caqui) ao lado de voluntários de diversos grupos.

Para ajudar o Parque da Pedra Branca entrem em contato com Carla Scott pelo e-mail:

carla.scott@yahoo.com.br 


Vejam como foram os mutirões do Amigos do Parque Pedra Branca:


4 comentários:

  1. Muito boa entrevista. Parabéns Carla.

    Espero que as coisas melhoresm no PEPB e os funcionários ajudem os voluntários em futuros mutirões, ao contrário de mutirões anteriores, onde só os voluntários ralavam enquanto os funcionários ficavam literalmente de braços cruzados, e quando questionados, demonstravam arrogância.

    Isso me fez desistir de ajudar o PEPB, assim como outras pessoas.

    Jeremias Freitas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Jere pelo comentario...
      Tenha certeza que o nosso esforco e persistencia nao sera em vao.
      Aos poucos a participacao vai melhorando...Inclusive o ultimo mutirao do Camorim foi bem mais produtivo. Pergunte a Silvana...(ela ja deve ter falado). Todos participaram!
      Estamos apenas no inicio de uma longa jornada, que espero um dia olhar para tras e ver que valeu a pena...
      Conto com o seu apoio!

      Excluir
  2. Parabéns pelo trabalho, pela inspiração, a matéria ficou 10!

    ResponderExcluir
  3. Obrigada Jayme! Temos que nos inspirar e fazer algo. Conto com sua ajuda! Abs Carla

    ResponderExcluir