sexta-feira, 22 de março de 2013

96º mutirão no PNT será nesse domingo, dia 24 de março


Abaixo, segue convite do coordenador do voluntariado a todos que desejarem participar do mutirão:

"Amigos voluntários.

Está confirmado o 96º mutirão no Parque Nacional da Tijuca.
Neste domingo, dia 24 de março às 9 horas na guarita do portão dos macacos, que fica no início da estrada Dona Castorina. Fica distante uns 500 m do ponto final do ônibus 409. No horto, Jardim Botânico.

http://maps.google.com.br/maps?q=estrada+dona+castorina&hl=pt-BR&ll=-22.966158%2C-43.24223&spn=0.010866%2C0.013797&hnear=Estr.+Dona+Castorina+-+Rio+de+Janeiro%2C+22460-320&t=h&z=16

As atividades previstas enfatizarão as sinalizações das trilhas que fazem parte da Transcarioca. Estão previstos os trechos Cachoeira da Gruta x cachoeira dos Primatas e Cachoeira dos Primatas x Vale do Rio Cabeça, saindo nas Paineiras.
Término previsto para 15/16hs.

Lembrem-se de trajar roupas confortáveis e que possam se sujar, calçado fechado e de sola não lisa, água e muita disposição para caminharmos pelas trilhas. Quem tiver luvas, favor levá-las.
O evento só será adiado em caso de forte temporal. Caso chova moderadamente será mantido!

Aguardamos todo lá.
Abraços.
Lucio M. Palma e equipe
Parque Nacional da Tijuca
Monitoria e Voluntariado."

domingo, 3 de março de 2013

5º Mutirão do Amigos do Parque Pedra Branca

Participar do 5º Mutirão do Amigos do Parque Pedra Branca e constatar o crescimento que estas atividades vêm ganhando é, sem dúvida, um grande incentivo para aqueles que se dedicam a tarefas semelhantes! Há cerca de dez meses, o 1º mutirão, realizado no núcleo Pau da Fome, contou com pouco mais de uma dúzia de pessoas. No dia 16 de fevereiro, porém, a atividade reuniu, no núcleo Camorim, cerca de trinta e cinco pessoas, entre voluntários e funcionários.

Voluntários e funcionários do PEPB, reunidos na roda de apresentação, antes do início das atividades.

Antes do início das atividades, os voluntários tiveram a oportunidade de aprender um pouco sobre um dos maiores lagartos que habitam as terras brasileiras, teiú (Tupinambis merianae). O professor de biologia, Félix Herminio, que fez o resgate de um filhote capturado na região de Bangu, levou-o para o Parque a fim de libertá-lo e proporcionou a todos os presentes a chance de ver de perto este belo animal.

O teiú resgatado pelo professor Félix Herminio. Momentos antes de devolver-lhe a liberdade, o professor deu uma aula sobre as características e hábitos do animal.

Além das atividades de manutenção na Trilha do Açude do Camorim (sinalização, poda da vegetação e retirada de árvores caídas), realizadas pelos voluntários mais experientes, este mutirão também contou com a participação de voluntários-mirins, que realizaram o plantio de mudas de espécies nativas nas proximidades da subsede do núcleo.

Árvores caídas foram retiradas em diversos trechos da trilha do Açude do Camorim. Neste local, a trilha encontrava-se completamente obstruída e os caminhantes já haviam criado um atalho para desviar do obstáculo...
... Após desobstruir a trilha, os voluntários usaram os próprios troncos e galhos que foram retirados do caminho para fechar o atalho.
Setas de madeira foram afixadas para auxiliar na orientação dos caminhantes.
O mutirão foi encerrado com a chegada ao Açude do Camorim, onde os voluntários descansaram e lancharam.

A cooperação entre o PEPB (Parque Estadual da Pedra Branca) e os voluntários, além de proporcionar um clima de trabalho agradável, tem favorecido a troca de experiências e ideias, beneficiando a todos os frequentadores do Parque. É verdade que ainda há muito a ser feito, porém nada do que já foi conquistado foi fácil. Até chegar ao seu 1º mutirão o Amigos do Parque Pedra Branca percorreu uma longa trilha...

Nós, da SOS Trilhas, conhecemos as dificuldades enfrentadas para se organizar e conseguir material e apoio para um mutirão e queremos parabenizar Carla Scott, do Amigos do Parque Pedra Branca, por sua  dedicação ao PEPB! Sabemos que este é um trabalho de persistência, que se desenvolve e se aperfeiçoa a cada atividade, através da vivência de erros e acertos, e ficamos felizes com a oportunidade de participar deste processo, onde a troca de experiência é um aprendizado contínuo para todos nós!

Parabenizamos também a todos os voluntários, parceiros e à administração e equipe do PEPB, cujo apoio e participação neste ideal é fundamental para torná-lo realidade!

Pai e filha, duas gerações de uma família unidas pela conservação do ambiente!
"Gostamos muito de todo o grupo, muito agradável, muito amistoso, desde a recepção e a organização com a Carla Scott, como também toda a equipe do PEPB. Foi um prazer esta nossa primeira experiência junto a vocês." (voluntário Richard Faulhaber)